Detalhes da notícia

Ex jogadora de vôlei dos EUA é esfaqueada por cunhado e está em estado grave

Redação em 21 de novembro de 2018 às 10:14

A ex-jogadora de vôlei da seleção americana e duas vezes medalha de prata em Jogos Olímpicos, Danielle Scott está em estado grave depois de supostamente ter sido esfaqueada pelo marido da irmã, na noite do último domingo, em Baton Rouge, Lousiana, nos Estados Unidos. A ex-central, que está com 46 anos, foi uma das três vítimas do possível ataque, em que sua irmã Stefanie Vallery, foi morta e sua sobrinha (que tem o mesmo nome da ex-atleta Danielle Scott) também foi ferida. De acordo com sites americanos, o crime teria sido passional - o casal estaria em processo de divórcio.

 

Ainda de acordo com sites internacionais, Michael Vallery, cunhado de Danielle Scott, fugiu após esfaquear sua esposa, Stefanie Vallery, por volta das 8 da noite de domingo. A filha do casal está em estado estável, depois passar por um procedimento cirúrgico.
 

Danielle Scott Arruda é casada com o também ex-atleta de vôlei, o brasileiro Eduardo "Pezão", que defendeu a seleção brasileira. A ex-central integrou a equipe olímpica feminina de vôlei dos EUA nos Jogos Olímpicos em cinco edições: 1996, 2000, 2004, 2008 e 2012. Em Pequim, 2008, e, em Londres, 2012, Scott conquistou duas medalhas de prata - nas duas em finais disputadas contra o Brasil. Ela bateu o recorde de participação olímpica de uma atleta feminina de voleibol nos EUA.

 

Danielle Scott tem também larga experiência no voleibol brasileiro. Em São Paulo, defendeu as cores do Jundiaí, Osasco e São Bernardo. Além disso, esteve no Rio de Janeiro pelo Macaé e, por último, em Brasilília, na temporada 2014.

 

Foto: ELSA / Getty Images/AFP

Busca

Categorias