Detalhes da notícia

Neymar recebeu mais de R$ 26 milhões por contrato que rendeu comercial, diz jornal

Redação em 31 de julho de 2018 às 11:33

Neymar recebeu 7 milhões de dólares (cerca de R$ 26,5 milhões) pelo comercial da Gillette divulgado no último domingo. A informação foi divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo, nesta terça-feira. Embaixador da marca do grupo americano Procter & Gambler, o jogador estrelou uma campanha publicitária em que responde às críticas recebidas no Mundial da Rússia. A ação não teve o resultado esperado e repercutiu de maneira negativa ao redor do mundo.

 

Segundo o periódico, o contrato de Neymar com a Gillette, firmado em 2015, prevê o pagamento da quantia milionária no período de dois anos, além de US$ 250 mil (R$ 930 mil) por hora extra e mais US$ 500 mil (R$ 1,86 milhão) por diária de gravação.

 

Recentemente, o vínculo do atacante com a marca foi renovado por mais dois anos. A empresa tem direito a quatro diárias de até quatro horas de gravação com o jogador do PSG, além de mais cinco diárias de uma hora para demais eventos e ações. O uso de fotos e vídeos comerciais com o atleta, como o divulgado no domingo, também estão em vigência.

 

Ainda de acordo com o jornal, o acordo de Neymar com a marca também implica na aparência do jogador. Durante o tempo de contrato, o atleta não pode aparecer publicamente de barba, bigode ou cavanhaque, e deve estar sempre de peitoral raspado ou aparado, sob multa de 5% do valor do contrato. 


Nas redes sociais, a Gillette disse que o objetivo da campanha "é mostar que a cada manhã quando se olharem no espelho durante o barbear, todos os homens possam refletir sobre o dia anterior. Independente da batalha, todo dia é uma nova chance de fazer algo novo e ser melhor e mais forte".


Foto: Reprodução

Busca

Categorias