Detalhes da notícia

Um mal entendido com a atriz Claudia Gimenez

Marão Freitas em 13 de fevereiro de 2018 às 21:43

Decada de 90 fui ao Rio, com o "brother" Renato Lavine para transmitir um jogo do Vitória, pelo Campeonato Brasileiro da série A. Eu e o Renato decidimos dar um volta no shoping Rio Sul, pois estávamos hospedados no hotel Plaza do saudoso e querido Manoel Soares.

Chegando por lá, disse ao Lavine que tinha de comprar umas roupas íntimas para uma amiga que tinha me pedido. Lembramos da Lojas Jogê e nos dirigimos para este estabelecimento . Entramos e disse à vendedora que queria comprar três calcinhas .

Ela colocou alguns modelos no balcão e fiquei examinando com o Lavine. Por trás de nós, existia um provador, mas estávamos interessados apenas em olhar as peças. De repente, uma senhora vem em minha direção  e fala em voz alta :

- O senhor não pode ficar aí. Isto aqui é uma loja de artigos femininos e aqui tem um provador.

Sou uma pessoa de temperamento calmo, os meus amigos sabem disso. Mas não me contive.

- Olha aqui senhora. Vá reclamar com quem me deixou ficar aqui. E tem mais: em nenhum momento olhei para o provador.

-  Caso o senhor esteja querendo ver mulher nua, vá para Copacabana.

Ai, esquentei a cabeça .

- A senhora me respeite, e tenho mais de uma mulher para ver sem roupa na hora quiser. E aliás, mulher bem mais bonita e bem melhor do a senhora. 

Paguei a minha conta, a vendedora me pediu desculpas e na saída da loja encontrei uma outra senhora que me disse:

- Muito bem. Gostei da sua atitude. Parabéns. Ela fica  pregando moralidade e só anda fazendo baixaria na televisão . 

Agradeci e não entendi a colocação dela. Na saída, Lavine me falou. 

- Rapaz, boa, você jogou duro. Você sabe quem é aquela ?

- Não tenho a menor idéia . 

- É a Claudia Gimenez da Rede Globo . 

-  Acredite, parceiro. Não sabia. Mas tinha de dar uma enquadrada nela, mesmo.

E continuamos o nosso passeio pelo shoping Rio Sul.

 

 

 

 

 

Busca

Categorias