Detalhes da notícia

QUE FRIA! Rússia é excluída dos jogos de Inverno da Coréia do sul

Redação em 06 de dezembro de 2017 às 09:52

A 66 dias da abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno, marcada para 9 de fevereiro, o Comitê Internacional (COI) confirmou nesta terça-feira, em reunião realizada em Lausanne, na Suíça, que a Rússia, uma das maiores potências do mundo no esporte, não poderá disputar a competição.

 

A decisão, contudo, não atinge os atletas comprovadamente fora do escândalo de doping. Eles serão escolhidos por uma banca formada pelo COI e podem competir pela bandeira olímpica, caso queiram, e se forem ao pódio não terão no protocolo o hino russo.

 

decisão tomada pelo COI impede que qualquer membro do Ministério do Esporte da Rússia seja credenciado para os Jogos de Inverno de PyeongChang. O ministro, Vitaly Mutko, e outro político ligado ao ministério, Yuri Nagornykh, foram excluídos do movimento olímpico e não poderão participar das Olimpíadas em nenhuma edição futura. Dmitry Chernyshenko, russo que faz parte da organização dos Jogos de Inverno de 2022, em Pequim, foi retirado do seu cargo atual.

 

O COI também suspendeu o presidente do Comitê Olímpico da Rússia, Alexander Zhukov de sua posição como membro honorário da entidade. Os russos ainda terão que pagar todos os custos das investigações e serão obrigados a contribuir com US$ 15 milhões para o fundo independente de testes antidoping. Por fim, o COI cita que a suspensão pode ser parcialmente retirada para a cerimônia de encerramento dos Jogos de PyeongChang caso os russos cumpram com todas as exigências.

 

Informações: GE

 

Busca

Categorias