Detalhes da notícia

Marinho Chagas, a fitinha de Senhor do Bonfim e dois gols contra a Colômbia

Marão Freitas em 06 de agosto de 2017 às 15:08

Em 1977, a Seleção Brasileira dirigida por Cláudio Coutinho estava disputando as Eliminatórias da Copa do Mundo, do ano seguinte, que seria disputada na Argentina. No dia 9 de março, enfrentou a Colômbia, no estádio Maracanã. Antigamente, era mais fácil se entrevistar técnicos e jogadores. A Seleção estava concentrada no Hotel Glória e o acesso da imprensa era fácil.

Estava no saguão do hotel, cobrindo o jogo para o Jornal da Bahia e Rádio Excelsior. Entre outros, após o café da manhã, estavam o saudoso Marinho Chagas.

- Oh, Marinho. Sou da Rádio Excelsior da Bahia. Você pode me de dar uma entrevista ?

- Claro. Vamos lá.

No final, dei a Marinho uma fitinha do Senhor do Bonfim. Ele me agradeceu e disse.

- Obrigado. Vou colocar no meu pé esquerdo e vou fazer um gol, neste jogo contra a Colômbia. Você vai ver.

- Beleza, Marinho, boa sorte.

No dia seguinte, no Maracanã, o Brasil goleou a Colômbia por seis a zero. E Marinho fez dois gols, sendo um de falta de longa distância. Dias depois, voltei a me encontrar com  o jogador e ele me chamou.

- Lembra-se do que eu lhe disse, baiano ? Ia fazer um gol. E fiz dois, colocando aqui no meu calcanhar, aquela fitinha do Senhor do Bonfim que você me deu .Traga mais, para eu usar em todos os jogos.

Marinho Chagas marcou época jogando pelo Botafogo, Bangu, Fluminense do Rio, São Paulo, Fortaleza, América do Rio, Strikers e Cosmos dos Estados Unidos e encerrou a carreira no Augsburg, da Alemanha, em 1988. Foi titular da Seleção Brasileira em 1974 , na Copa do Mundo da Alemanha, e morreu, aos 62 anos, em 2014, pobre,  em João Pessoa ( Paraíba ) e foi enterrado em sua terra, Natal, capital do Rio Grande do Norte.

Busca

Categorias