Detalhes da notícia

Jorginho: Um técnico ultrapassado da escola de Dunga

Marcelo Reis (Médico, torcedor do Bahia) em 10 de julho de 2017 às 14:41

Jorginho é um técnico com ideias ultrapassadas e da mesma escola do Dunga!

Dificilmente, se assim não o fosse, com o prestígio que tem no Rio e em São Paulo estaria em disponibilidade para o mercado nordestino!

Pequenos detalhes o identificam para provar o que acho:

Os arremessos laterais tem que ser batidos pelos laterais, mesmo em contra ataques, obrigando ao atacante esperar "sempre" que o lateral chegue para bater, não dando prosseguimento a jogada!

Os zagueiros nunca atacam mesmo em condições favoráveis e de segurança, se livram da bola, não arriscam atacar.

Os jogadores do meio retornam quando estão lá no ataque para buscar a bola, não se apresentando para recebê-la em posição ofensiva (Fito fazia isso no século passado)!

Os atacantes não buscam fazer o gol como meta, e sim rodar a bola de lado a lado dando uma falsa impressão de domínio, o que eles chamam de porcentagem de posse de bola, como se isso ganhasse jogo!

Não existe gol sem vontade de fazer gol!

Mantém jogadores prediletos mesmo estando jogando mal só porque a torcida pediu!!! Não dão o braço a torcer!

Discursos com evasivas nas entrevistas, nada de objetivo e são sempre cheios de justificativas que não justificam nada.

 

Em suma, técnico obsoleto que não acrescenta nada!

A receita é identificar um técnico jovem, estudioso, moderno, e que esteja estagiando com grandes técnicos brasileiros tipo Abel, Dorival, Levi, ou pedir uma indicação de Murici!

A direção também tem que participar de uma maneira mais intensa sem deixar o técnico fazer maluquice sem justificar.

Técnico não pode tudo, como qualquer empregado de uma empresa, tem que justificar o que vai fazer!

Espero que mudem antes que seja tarde!

 

Marcelo Reis

Médico, torcedor do Bahia

Busca

Categorias